Em caso de emergência

tumblr lubcdoqXkV1qjvr1uo1 1280 Em caso de emergência

Há momen­tos em que as cri­an­ças demons­tram um ele­vado grau de eru­di­ção, con­se­guindo surpreender-nos com a sua visão sin­gu­lar do mundo. Obser­va­ções saga­zes e espi­ri­tu­o­sas que nos fazem esbo­çar um sor­riso. Ou isso ou então pode calhar de esta­rem a reti­rar com­pul­si­va­mente cato­tas do nariz e a ingeri-las ime­di­a­ta­mente. No entanto são momen­tos como os que eu relato de seguida que fazem tudo isso valer a pena.

 Estava eu a via­jar de com­boio, refas­te­lado no meu lugar. À minha frente ia um pai acom­pa­nhado pelo filho. O petiz encontrava-se na idade dos porquês, pelo que ia cons­tan­te­mente for­mu­lando ques­tões exis­ten­ci­ais, neste caso sobre com­boios. O olhar do puto fixou-se no mar­telo emol­du­rado, des­ti­nado a esti­lha­çar o vidro do com­boio em “caso de emer­gên­cia”, tal como o aviso adja­cente sussurava.

“Pai, como é que se tira o mar­telo dali?”, per­gun­tou, pare­cendo jul­gar que seria neces­sá­rio um segundo mar­telo des­ti­nado a liber­tar o pri­meiro da sua pri­são de acrílico.

“Ó filho, aquilo é plás­tico, é fácil tirar o mar­telo.”

“E depois, para que serve?”

“Em caso de emer­gên­cia, se for pre­ciso, parte-se o vidro do com­boio com o mar­telo para as pes­soas pode­rem sair”

Diz então o miúdo, com pre­o­cu­pa­ção estam­pada no rosto: “Ai é? Mas assim as pes­soas depois têm de ir a pé!”

Tudo o que você nunca quis saber sobre “como falar em público”
Como arrui­nar a vida em 12 pas­sos

Write a comment

Name *

E-mail *

Website

Message *

2 Comentários

  • Cláudia

    O seden­ta­rismo manifesta-se desde a mais tenra idade… Tsc tsc.

    01/14/11 – 20:19

  • José Durães

    É ver­dade, Cláu­dia. Apro­veito para acres­cen­tar que a pre­guiça é o cami­nho que con­duz à eficiência.

    01/14/11 – 15:36

Balloons theme by
Moargh.de