Problemas que podem arreliar certas pessoas a partir de 2050

Vou-vos então maçar com problemas que apoquentam o dia-a-dia de Glória. Glória, na realidade, não existe, já que ninguém tem paciência para escutar os problemas de terceiros, a não ser que se tratem de problemas que aflijam personagens ficcionais.

Este espécime do sexo masculino tem problemas ao nível do relacionamento inter-pessoal. É bem-parecida, eloquente, fala 6 línguas, possui um odor corporal agradável, mas não tem amigos. Logicamente, isto deve-se ao facto de ela possuir uma condição médica, a nível da cabeça (para ser mais específico), que a impossibilita de lidar com tudo o que seja tecnologia. Glória não consegue manusear telemóveis, computadores, o controlo remoto da televisão, nem sequer um microondas. Como a esmagadora maioria das pessoas da sua geração opta por se relacionar exclusivamente através da internet e do telemóvel, o eclodir de toda uma panóplia de potenciais amizades fica desta forma vedada a Glória, a info-excluída.

Esta uma situação que me deixa particularmente triste, ainda para mais tratando-se de um problema que apoquenta uma personagem ficcional. É que, convenhamos, as personagens ficcionais não possuem sequer um endereço de e-mail que possamos utilizar para enviar umas palavras de conforto.

18 de Abril de 2012

2 responses to Problemas que podem arreliar certas pessoas a partir de 2050

  1. Conheço algumas pessoas que sofrem do mesmo mal que a Glória, deviam trocar e-mails. Ah, pois…

    PS: porque raio é que dizes que a Glória é um espécime masculino?

    • Olha, existem 4 explicações para isso, mas a mais acertada é que sou totó e cometi um lapso. Deve ler-se "espécime feminino". É que ela nem sequer tem bigode, portanto nem se compreende o meu erro.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *